Bom dia! Terça-feira, 16 de Julho de 2019

E-mail: atendimento@asmipir.com.br

 
  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exército Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exercito Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * CORPO DE BOMBEIROS: Preservação da Vida, do Meio Ambiente e do Patrimônio *

  • ASMIPIR

    * PM: SERVIR E PROTEGER *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exército Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    16º Encontro Nacional dos Veteranos Especialistas da Aeronáutica

Anuncie Aqui
  • Holder
    Notícias
    ASMIPIR

    RG DOS MILITARES DAS FFAA

    ASMIPIR

    Você sabe quem tem direito a isenções na compra de um veí­culo zero km?


    Informações sobre o HASP
    PABX:
    (11) 2224-7000
    EMERGÊNCIA:
    (11) 2224-7160 / 7131
    OFICIAL DE DIA:
    (11) 2224-7095/7094
    Admissão e Alta (SAME) same.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7109
    Assistência Social servicosocial.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7025/7026
    FUNSA (Fundo de Saúde) funsa.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7081
    Junta de Saúde (Inspeções) cis.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7121
    Laboratório lac.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7119/7139
    Ouvidoria ouvidoria.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7009
    SAME (marcação de consultas) same.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7050
    Seção de Controle da Qualidade      scqh.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7015
    Seção de Comunicação Social comsocial.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7017
    Secretaria Direção secretaria.hfasp@fab.mil.br (11) 2224-7002
    Unidade de Apoio ao Paciente (Hotel)   (11) 2224-7093

     

    Parcerias Diversas
    Vídeos

    Gripen. O novo caça da FAB

    FAB 2015 - Construindo o Futuro

    Diretoria

    DIRETORIA EXECUTIVA:

    Presidente: José Carlos Teixeira de GODOI
    Vice-Presidente: Flávio FREIRE Cardoso

    DIRETORES DE FINANÇAS:

    1º Tesoureiro: Moysés FONTOURA Barbosa
    2º Tesoureiro: Massakazu KUDAMATSU

    DIRETOR SOCIAL:

    Diretor: Heraldo NICOLAU da Silva

    DIRETORIA DE ESPORTES:

    Diretor: Jose Lourenço MARINHO

    CONSELHO DELIBERATIVO:

    Membros Efetivos

    Presidente: Adilson NOGUEIRA
    Vice: José Carlos MACHADO Filho
    Membro: MARIA LÚCIA de Pauli

    Membros Suplentes

    - REJANE Naval Boroto Rodrigues
    - Geraldo Augusto FURLANETTO
    - VALDAIR Rodrigues Vieira
    - AIRTON de Souza

    CONSELHO FISCAL:

    Membros Efetivos

    - ARLINDO A. do Nascimento
    - Odewaldo MASSARO
    - Carlos Augusto Lobo Tappembeck

    Membros Suplentes

    - FLÁVIO Monteiro
    - AMORACIR Fernandes
    - José EDSON Monteiro Amancio
    Notícias G1


    Vinte e um criminosos que praticam esses furtos em ruas da Grande Tijuca já foram identificados. Número de furtos aumentou na região em comparação com o ano passado. Leandro de Paula Vieira da Silva é apontado pela polícia como autor de furtos na região da Tijuca, Zona Norte do Rio Reprodução / TV Globo A polícia do Rio está à procura de 21 suspeitos de furtar e roubar fios de cobre e até grades de proteção de imóveis e de ruas na região da Tijuca, na Zona Norte do Rio. Imagens de câmeras de segurança da região mostram a ação de um suspeito em três dias diferentes furtando portões de uma mesma vila. Em outras imagens, homens roubam fios de cobre, possivelmente para revender. Segundo o Instituto de Segurança Pública, o crime de furto, por exemplo, tem aumentado bastante no bairro. De janeiro a maio desse ano, foram registrados 3.374 furtos na região. São 726 casos a mais que no mesmo período do ano passado (quando foram 2.648 furtos), o que representa um aumento de 27%. De acordo com a polícia, um dos suspeitos identificados é Leandro de Paula Vieira da Silva, de 36 anos. Ele é o homem que aparece furtando portões da vila em março desse ano. Imagens de câmeras de segurança mostram como o criminoso atua. Ele pula o muro da vila, escolhe algum portão, geralmente de armários onde ficam guardados os hidrômetros, arranca e foge pelo portão da vila. As ações normalmente ocorrem durante a madrugada. Segundo a polícia, Leandro é autor em mais de 10 crimes de furto. Um outro tipo de furto que se tornou comum no bairro é o de fios de cobre, aqueles de telefonia que ficam presos no alto de postes. Em uma página de rede social, moradores divulgaram dois flagrantes. O primeiro, na rua Dona Maria, aconteceu no dia 13 do mês passado. Um homem chega a se pendurar para arrancar os fios. Imagens de outro furto, na rua professor Gabizo, ocorreu dois dias depois, e mostram um homem usando uma faca para cortar os fios. O presidente da Associação de Moradores da Tijuca, Jaime Miranda, diz que acompanha muitos relatos, principalmente nas redes sociais, sobre esses furtos e roubos e que vem pedindo, junto aos moradores, por mais policiamento no bairro. Segundo Jaime, a insegurança é cada vez maior. Ladrão rouba portão em vila na Tijuca e foge calmamente pela rua Reprodução / TV Globo

    As provas serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro, primeiro e segundo domingo do mês. Os idosos, com 60 anos ou mais, são em menor número: apenas 159 inscritos no exame. Enem é uma das formas de acesso ao ensino superior Pexels Mato Grosso teve 88 mil inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nessa segunda-feira (15). As provas serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro, primeiro e segundo domingo do mês. A edição deste ano tem 5.095.382 de inscritos em todo o país. Desses, 88.122 são de Mato Grosso. Em Mato Grosso são 52 mil candidatos do sexo feminino, o que corresponde a 60% dos inscritos. Já os candidatos masculinos são 35 mil, o que vale a 41% das pessoas que se inscreveram. A maior parte dos inscritos tem idades entre 21 a 30 anos: são 22 mil candidatos inscritos (25%). Em seguida, a maior parte de candidatos tem 17 e 16 anos: são 16 mil e 14 mil, respectivamente, o que corresponde a 18,4% e 15,9% do total. Os idosos, com 60 anos ou mais, são em menor número: apenas 159 inscritos no exame. Cidades A cidade com o maior número de inscritos é Cuiabá: são 24.851 inscritos (28,2%). Em seguida as cidades com mais inscritos são Rondonópolis, com 8.416 inscritos (9,6%), Sinop, com 5.829 (6,6%) e Várzea Grande, com 7.803 inscritos (8,9% do total).

    PM recebeu informações de que ele estava na casa dos pais, na Vila Mauriceia. Homem tem passagens por homicídio, tráfico de drogas, lesão corporal e porte ilegal de arma. Materiais apreendidos com o foragido da Justiça Polícia Militar/Divulgação Um foragido da Justiça, de 20 anos, foi preso com 1,5 quilos de maconha enterrados no quintal de casa em Montes Claros, nesta terça-feira (15). Segundo a PM, ele tem passagens por homicídio, tráfico de drogas, lesão corporal e porte ilegal de arma de fogo. A prisão aconteceu depois que um militar teve informações de que o homem estava na casa dos pais na Rua Raimundo Novaes, na Vila Mauriceia. Os policiais foram até o local indicado, onde o encontraram. Durante as buscas, a PM apreendeu tabletes e buchas de maconha no quintal, uma arma de fabricação artesanal e munições. Ele foi levado para a delegacia junto com o material apreendido. Veja mais notícias da região no G1 Grande Minas.

    Voluntários vão percorrer bairros de César de Sousa, Mogilar e Vila Industrial. Peças serão encaminhadas para entidades cadastradas no Fundo Social da cidade. Voluntários percorrerão ruas de César de Sousa, Mogilar e Vila Industrial recolhendo agasalhos e cobertores Guilherme Berti/PMMC A carreata do agasalho, organizada pelo Fundo Social de Mogi das Cruzes, será realizada nesta quarta-feira (17). O evento, que foi adiado no começo do mês por conta da chuva, vai contar com voluntários do Fundo Social de Mogi das Cruzes, Tiro de Guerra, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e das secretarias municipais. Os grupos vão percorrer diversos bairros da cidade recolhendo doações de roupas de frio e cobertores. A concentração será no Tiro de Guerra a partir das 8h. No período da manhã, os voluntários vão percorrer o distrito de César de Sousa e à tarde, às 14h, as ruas do Mogilar e da Vila Industrial. A ação deve acabar às 17h. Todas as peças arrecadas vão passar por um processo de triagem para, depois, serem encaminhadas às entidades cadastradas no Fundo Social de Solidariedade. Campanha do Agasalho A carreata faz parte da Campanha do Agasalho que segue até 26 de julho. Cerca de 300 postos de arrecadação estão distribuídos pela cidade, como unidades de ensino, supermercados, comércios, igrejas e prédios da prefeitura. Mais informações sobre a Campanha do Agasalho podem ser obtidas pelo telefone 4798-5143.

    Além da artista, local tem obras de Anita Malfati, Cândido Portinari, entre outros. Por ano, mostra em Campos do Jordão recebe em média 78 mil visitantes. Entrada é gratuita. Quadro 'Operários', de Tarsila do Amaral foi pintado em 1933 com técnica de óleo sobre tela Reprodução/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP O quadro 'Operários' de Tarsila do Amaral teve a saída antecipada da mostra dedicada à artista no Museu de Arte de São Paulo (Masp) para ser exposto no Palácio da Boa Vista, em Campos do Jordão (SP). A obra, que é de 1933, retrata a revolução industrial pelo olhar da artista, que também é ícone do modernismo. Tarsila do Amaral é um dos principais nomes da arte brasileira e já chegou a ganhar uma exposição exclusiva no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), em 2018. 'Operários' está exposta no palácio ao lado de outras obras renomadas. O local deixou de ser usado neste ano como residência de inverno do governador e funciona agora como centro cultural integralmente. As visitas são gratuitas. Além do quadro de Tarsila, obras de Cândido Portinari e Anita Malfati compõem a exposição de inverno aberta para visitantes no Palácio Boa Vista. (veja outras obras expostas no local abaixo) Outras atrações O palácio ainda tem opção de visitas guiadas aos jardins, meditação, com aulas de ioga e palestras com especialistas sobre a história do Festival de Inverno. Para estas atividades, que também são gratuitas, é preciso fazer inscrição pelo site. Por ano, a exposição recebe em média 78 mil visitantes. As visitas acontecem de quartas a domingo, das 10h às 12h, com permanência até às 12h30, e das 14h às 17h, com permanência até as 17h30. O Palácio fica na Avenida Adhemar de Barros, 3.001, Alto da Boa Vista. Visitantes podem conferir obras de artistas renomados em no Palácio Boa Vista em Campos do Jordão Camilla Motta/G1 Palácio abriga obras de artistas renomados em Campos do Jordão Camilla Motta/G1 Veja abaixo outras obras expostas no local: Tarsila do Amaral - Estudo para Procissão (painel) I, 1954. Óleo sobre madeira Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Anita Malfatti - Retrato de Lalive, 1917. Óleo sobre tela Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Candido Portinari - A Tempestade Acalmada (A barca de São Pedro), 1955. Óleo sobre tela Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Anita Malfatti - A ventania, 1915. Óleo sobre tela Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Candido Portinari - Retrato de Paulo Rossi Osir, 1935. Óleo sobre tela Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Di Cavalcanti - Mulher e paisagem, 1931. Óleo sobre aglomerado Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Vicente do Rego Monteiro - Maternidade Indígena (Madona e Menino), 1924. Óleo sobre tela Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP Victor Brecheret - Bailarina, déc. 1920. Bronze Divulgação/ Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de SP

    Incêndio deixou 12 carros destruídos em Araçatuba (SP). Segundo o delegado, principal linha de investigação é de que o incêndio tenha sido criminoso por causa das 10 cartas encontradas. Carta encontrada em loja que pegou fogo em Araçatuba neste sábado Arquivo Pessoal A Polícia Civil de Araçatuba (SP) busca identificar o autor das cartas com ameaças encontradas na concessionária de veículos que pegou fogo. O incêndio foi registrado no sábado (13) e deixou 12 carros destruídos. Segundo a polícia, um inquérito foi aberto para investigar as causas do incêndio e um laudo deve ficar pronto em 30 dias. A principal linha de investigação é de que o incêndio tenha sido criminoso por causa das 10 cartas encontradas. Contudo, ainda não é possível afirmar se quem colocou as cartas é a mesma pessoa que incendiou o local. “Estamos atrás de levantamento de câmeras para ver se conseguimos identificar alguém, ouvir funcionários para tentar identificar se houve esse maltrato a cliente e ver quem é a pessoa. Não descartamos nada. O bilhete também pode ser colocado para 'desbaratinar' o verdadeiro motivo do incêndio”, afirma o delegado Paulo Natal. Polícia investiga quem é o autor de carta em concessionária que pegou fogo A mensagem era igual em todos os bilhetes e sugere que um cliente insatisfeito com o atendimento teria colocado fogo no prédio. A pessoa que escreve a carta se mostra descontente com o atendimento da concessionária, especialmente do gerente, e faz ameaças. Além de ofender o funcionário, o autor da carta diz que tentou avisar que de os atos teriam consequências. “Saiba que você tem de tratar as pessoas, no mínimo, com educação, e nem isso sequer você sabe proporcionar.” O autor da carta também faz ameaças a um instalador de acessórios e termina pedindo desculpa para a empresa. “Meus mais sinceros votos de condolências à marca que nada tem a ver com isso.” Carros ficaram destruídos com o incêndio na concessionária Reprodução/TV TEM Interdição Polícia investiga quem é o autor de carta em concessionária que pegou fogo Por ordem da Defesa Civil, a área principal da concessionária vai continuar interditada. O órgão fez duas vistorias. A última teve como objetivo liberar a parte do prédio que não foi atingida pelas chamas, mas havia sido interditada por questões de segurança. O local é onde são feitas as manutenções dos veículos. Segundo o engenheiro da Defesa Civil, os danos maiores foram no telhado da concessionária. “A estrutura metálica do teto ficou danificada por causa do calor e pode sofrer um colapso, assim como algumas paredes”, afirma o engenheiro da Defesa Civil Kyoshi Nishimura. Incêndio A loja fica na avenida Brasília, uma das principais da cidade, e pegou fogo por volta das 5h, segundo os bombeiros. A parte atingida foi a de revenda de veículos. As chamas de alastraram rapidamente e os carros ficaram totalmente destruídos, mas a área de manutenção que fica ao lado não foi danificada. Os bombeiros levaram cerca de duas horas para combater o fogo. A perícia esteve na concessionária na manhã de sábado Doze carros foram destruídos com o incêndio na concessionária em Araçatuba Arquivo Pessoal Concessionária fica na esquina da avenida e pegou fogo em Araçatuba Arquivo Pessoal Veja mais notícias da região em G1 Rio Preto e Araçatuba
    O G1 lista os principais destaques dos telejornais da RPC desta terça-feira (16). Saiba os endereços, telefones e os sites das reportagens exibidas G1 Paraná Bom Dia Paraná >>> Durante essa semana, em Curitiba, será realizada a Colônia de Férias do Museu Oscar Niemayer (MON). São várias atividades, como brincadeiras e oficinas de gravura, confecção de brinquedos e modelagem em argila. Veja como participar. Outra opção para as crianças durante as férias, na capital, é a I Mostra Paraná de Teatro de Bonecos de Curitiba, que vai até dia 21. São espetáculos com variadas técnicas de teatro de bonecos, inclusive está programada uma apresentação com tradução em libras. Veja a programação. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.