Bom dia! Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

E-mail: asmipir@gmail.com

 
  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exército Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exercito Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * CORPO DE BOMBEIROS: Preservação da Vida, do Meio Ambiente e do Patrimônio *

  • ASMIPIR

    * PM: SERVIR E PROTEGER *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exército Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    16º Encontro Nacional dos Veteranos Especialistas da Aeronáutica

Anuncie Aqui
  • Holder
    Parcerias Diversas
    Vídeos

    O Reserva interativa está sendo construído para você!

    Desfile de Veteranos EEAer 2016

    Gripen. O novo caça da FAB

    FAB em Ação - Aviação de Patrulha

    Diretoria

    DIRETORIA EXECUTIVA:

    Presidente: Moysés Fontoura Barbosa
    Vice-Presidente: José Carlos Teixeira de Godoi

    DIRETORES DE FINANÇAS:

    1º Tesoureiro: Rubens Hernandes Martins
    2º Tesoureiro: Massakazu Kudamatsu

    DIRETOR SOCIAL:

    Diretor: José Roberto Pinto

    DIRETORIA DE ESPORTES:

    Diretor: Heraldo Nicolau da Silva

    CONSELHO DELIBERATIVO:

    Membros Efetivos

    Presidente: Flávio Freire Cardoso
    Vice: Clemar Jordão Gomes
    Membro: Maria Lúcia de Pauli

    Membros Suplentes

    José Carlos Machado Filho
    Pedro Emanuel Leite
    Ethevaldo Souza de Oliveira
    Notícias G1


    Desde a última segunda-feira (16), expedição colheu depoimentos, realizou buscas por corpos de 58 desaparecidos e visitou locais de memória. Equipe prevê o tombamento da Casa Azul, em Marabá, lugar para onde eram levados presos por militares. Equipe acompanhou escavações em busca dos corpos de 58 desaparecidos da guerrilha do Araguaia, mas não foram encontrados restos mortais Eugênia Augusta Gonzaga A Comissão Especial sobre Mortos e Desparecidos Políticos (CEMDP) encerra nesta sexta-feira (20) mais uma missão na região do Araguaia, sudeste paraense, onde acompanhou escavações em busca dos corpos de 58 desaparecidos da Guerrilha do Araguaia, movimento guerrilheiro criado pelo Partido Comunista do Brasil entre fins da década de 60 e metade da década de 70. Mais uma vez a expedição não achou restos mortais, mas foram colhidos depoimentos de muitos idosos na localidade. A equipe considerou isso uma vitória, pois muitas pessoas têm medo de falar, em razão do exército ainda ser muito atuante na região. A guerrilha do Araguaia teve o objetivo fomentar uma revolução socialista, a ser iniciada no campo, baseada nas experiências vitoriosas das revoluções cubana e chinesa. Ela foi combatida pelas Forças Armadas a partir de 1972, quando vários de seus integrantes já haviam se estabelecido na região há pelo menos seis anos. O combate entre guerrilheiros e militares ocorreu na divisa dos estados de Goiás, Pará e Maranhão. Segundo a procuradora federal dos Direitos do Cidadão adjunta Eugênia Augusta Gonzaga, dos 60 desaparecidos, até hoje somente dois foram encontrados desde o início das buscas nos anos 80. A expedição também se reuniu com representantes da Câmara Municipal em Marabá para alinhar um projeto de lei de tombamento da Casa Azul, lugar para onde eram levadas as pessoas presas na época. No município de Xambioá (TO), a equipe identificou um monumento desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer abandonado pelo poder público, para o qual também será requerido tombamento. Casa Azul é utilizada atualmente pelo Dnit e está em situação de abandono. Equipe tenta tombamento do local e transformação em memorial Eugênia Augusta Gonzaga Casa Azul é utilizada atualmente pelo Dnit e está em situação de abandono. Equipe tenta tombamento do local e transformação em memorial Eugênia Augusta Gonzaga Desde a última segunda-feira (16) a equipe da CEMDP faz o reconhecimento de novos pontos e realiza visitas a locais de memória. O grupo é composto por três membros da CEMDP, um médico perito, uma arqueóloga forense, uma bioantropóloga, três geofísicos e cerca de oito familiares de desaparecidos políticos. Colaboram ainda representantes da pericia oficial do estado do Pará e de professores da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). No município de Xambioá (TO), a equipe identificou um monumento desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer abandonado pelo poder público, para o qual também será requerido tombamento Eugênia Augusta Gonzaga A equipe seguiu motivada a coletar o máximo de informações e potencializar as investigações. Nos três primeiros dias o primeiro grupo teve como foco atividades de escavação e coleta de depoimentos nos municípios de Marabá e São Geraldo do Araguaia (PA) e o segundo se dedicou ao reconhecimento e georreferenciamento de pontos localizados em cidades mais distantes. “O trabalho é para demonstrar aos familiares que estamos adotando as medidas necessárias para ajudar a elucidar esses casos”, disse a coordenadora geral de direito à memória e a verdade Amarilis Busch. Segundo a procuradora Eugênia Gonzaga, cada vez mais o Brasil enterra a sua história e a falta de informação sobre esse tipo de evento histórico é muito grande. “Não se ensina nas escolas sobre essa guerra. Foram 67 pessoas exterminadas, perseguidas na mata, pois queriam fazer dali um local de resistência para dar melhor condição social para as pessoas pobres. Se estavam certas ou erradas, não é essa a questão. Essas pessoas foram assassinadas e os corpos jamais entregues aos seus familiares”, diz a procuradora. Ao final dessa missão será elaborado um relatório. Outras duas expedições devem ocorrer este ano, uma em agosto e outra em setembro, com a presença dos familiares que quiseram estar envolvidos. “A ideia é que ainda seja dando foco para as escavações”, explica Amarilis Busch. Ação A ação da Comissão Especial sobre Mortos e Desparecidos Políticos conta com o apoio do Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria da República no Município de Marabá, do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), Ministério da Defesa, e outros órgãos. A comissão foi instituída em 1995 e considerada uma das primeiras conquistas dos familiares na luta por medidas de justiça. Tem, entre suas finalidades, proceder ao reconhecimento de pessoas mortas ou desaparecidas em razão de graves violações aos direitos humanos ocorridas após o regime militar de 1964, promover esforços para a localização dos corpos e adotar medidas para o cumprimento das recomendações da Comissão Nacional da Verdade. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Pelo menos 12 casos foram registrados na região da Tijuca, Zona Norte do Rio. Um dos suspeitos foi identificado como Marcelo Gomes da Silva. A polícia está à procura de uma dupla de estelionatários que, somente este ano, já aplicou 12 golpes na área da Tijuca, Zona Norte do Rio. A maioria contra idosos. Um homem, que não quer mostrar o rosto, está tentando ajudar a mãe, de 71 anos, a superar um trauma, Ela foi vítima do golpe do bilhete premiado e perdeu R$ 90 mil depois de ser enganada por dois estelionatários na semana passada, na Tijuca, logo depois de a idosa sair de uma clínica de fisioterapia. “Ela está muito abalada ainda. Está, realmente, muito assustada porque ela não sabe exatamente o que aconteceu”, disse o filho da vítima. Segundo ele, a idosa foi parada na rua por um homem que disse que precisava encontrar um local porque tinha ganhado um prêmio. Ela disse não saber onde era e uma outra pessoa chegou. “Essa outra pessoa disse que trabalhava onde ela tinha saído, ela estava numa fisioterapia. Que trabalhava lá, que era médico de lá e tal, que eles podiam ajudar aquela pessoa. A minha mãe foi induzida. Para ajudar, ela foi sacando dinheiro, sacou, ficou rodando, foi em quatro agências no carro com essas pessoas”, explicou o filho da idosa. A vítima reconheceu um dos criminosos através de fotos. Ele foi identificado como Marcelo Gomes da Silva, que está foragido. Só neste ano, na delegacia da Tijuca, ele já foi reconhecido em 12 casos diferentes de estelionato. Também existem registros de crimes cometidos por ele nas delegacias de Botafogo, Gávea e Leblon. Marcelo já foi preso, em 2016, por estelionato. A polícia expediu um novo mandado de prisão para ele. Golpes do bilhete premiado e do cartão de crédito Marcelo aplica, principalmente, os golpes do bilhete premiado, que foi o caso da idosa de 71 anos, e o do cartão de crédito, em que rouba a senha e troca o cartão de alguém no caixa eletrônico para sacar o dinheiro da conta. Imagens exibidas pelo Bom Dia Rio nesta sexta-feira (20) mostram a ação de Marcelo e um comparsa, em abril, em um banco na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca. Uma mulher, que aparece no vídeo, é a vítima do golpe. Ela vai até um caixa eletrônico e, de repente, Marcelo, que está de camisa branca, diz que é funcionário do banco e que aquela máquina está com problema. Ele diz que é para ela ir para o caixa ao lado. O homem de camisa roxa que aparece nas imagens usando o caixa eletrônico antes dela é o comparsa. Marcelo finge ajudar a mulher e mexe na tela. Enquanto isso, o outro vai para o caixa que a vítima estava usando antes. Logo em seguida, ele sai com alguma coisa na mão e Marcelo também vai embora. A vítima volta para o primeiro caixa eletrônico que estava usando e, ao ver o extrato, percebe que foi roubada. A polícia investiga se o rapaz de camisa roxa conseguiu sacar o dinheiro da mulher no momento em que foi distraída por Marcelo e mudou de caixa eletrônico. “Eles costumam atuar tanto na Tijuca como na Zona Sul, locais onde há grande concentração de idosos. É muito diversificado. Eles usam o bilhete premiado, o golpe do cartão de banco trocado, e até mesmo conseguem ludibriar a vítima no interior do banco para que ela entregue o valor para eles. São golpes muito antigos, mas eu posso afirmar que muitas vítimas caem e perdem muito dinheiro”, disse a delegada Cristiana Bento. A delegada diz ainda que, apesar de muitos golpes serem aplicados dentro das agências bancárias, as empresas não costumam se responsabilizar e, dificilmente, ressarcem as vítimas. Os estelionatários costumam se aproveitar, principalmente de idosos. “Os bancos têm que ter muita cautela. No âmbito da responsabilidade civil, a gente não descarta que o banco tenha responsabilidade. Penalmente, não se tem como falar, mas civilmente cabe às vítimas buscar perante o poder judiciário, a responsabilidade civil, se houver”, explicou a delegada. “Por isso, alertamos que no interior do banco não aceite ajuda de estranho. Vá até o gerente e peça ajuda ao gerente. E não aceite nenhuma interpelação na rua, de qualquer pessoa que queira ajudar ou que queira te dar um dinheiro muito fácil, como o golpe do bilhete premiado. ‘Ah, eu ganhei, estou com milhões’. Não, ninguém dá dinheiro pra outra pessoa, isso não existe”, completou Cristiana Bento.

    Eles são suspeitos de realizar mais de 20 assaltos na cidade de Areia Branca nos últimos meses. Grupo é suspeito de realizar mais de 20 assaltos na cidade de Areia Branca nos últimos meses SSP/Divulgação Duas pessoas foram presas e três menores apreendidos em uma operação policial deflagrada na manhã desta sexta-feira (20) para desarticular um grupo suspeito de praticar assaltos dentro do Parque Nacional Serra de Itabaiana e nos arredores da cidade de Areia Branca (SE). A investigação identificou que os suspeitos estão envolvidos em dezenas de assaltos a turistas, pesquisadores de várias universidades do país e a pessoas que passam pela BR-235, próximo a Areia Branca. Pelos levantamentos realizados pela Polícia Civil até o momento, o grupo realizou mais de 20 assaltos na cidade nos últimos meses. “Num dos roubos praticados pelo bando, eles atacaram um sargento da Polícia Militar e levaram sua pistola ponto 40. Por pouco, o policial não foi morto, mas foi muito agredido pelos criminosos”, disse o delegado Regional de Itabaiana, Fábio Santana. Diversos delitos O grupo também é suspeito de roubar equipamentos de biólogas do Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso do Sul. As especialistas pesquisavam espécies de percevejos aquáticos, úteis no combate ao mosquito da Dengue, quando foram atacadas. Em outra ação, eles roubaram uma motocicleta no Povoado Cafuz, em Areia Branca, mas a abandonaram metros depois, pois o alarme disparou. Os suspeitos também atacaram um grupo de trabalhadores rurais. Pelo menos 10 vítimas tiveram seus celulares, documentos e pertences pessoais roubados.

    Receita líquida cresceu 5,8%, para R$ 4,171 bilhões. Lucro da TIM sobe 53% no 2º trimestre e atinge R$ 335 milhões Divulgação O lucro líquido da TIM Participações subiu 53,2% no segundo trimestre na comparação anual, para 335 milhões de reais, informou a empresa de telecomunicações na noite de quinta-feira (19). Já a receita líquida cresceu 5,8%, para R$ 4,171 bilhões na comparação com o 2º trimestre do ano passado. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado subiu 12,7%, para R$ 1,567 bilhão na mesma comparação. No semestre, o lucro líquido alcançou R$ 585 milhões, o que representa uma alta de 66,7% na comparação anual. Ao final de junho, a TIM fechou uma base de linhas ativas de 56,6 milhões. No pós-pago, a base de clientes cresceu 20,5% sobre o 2º trimestre do ano passado, totalizando 19,1 milhões. Já a base da TIM Live, no segmento fixo, totalizou 423 mil clientes em junho, alta de 21,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior.
    Aulas têm duração de até 30 horas e oferecem certificado. O Centro Paula Souza está com inscrições abertas para cursos gratuitos de curta duração e a distância. Os cursos disponibilizados são para Mercado de Trabalho, Gestão de Pessoas, Canvas, Gestão de Tempo, Vendas, Gestão de Conflitos e Felicidade, que é o mais novo da plataforma. Todos têm duração de seis a 30 horas. Para se inscrever, o interessado deve criar um login com e-mail e senha no site do Cetro Paula Souza. Não há limite de vagas nem processo seletivo para participar dos cursos que disponibilizam textos, vídeos, conteúdos interativos e certificado. Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba

    Evento também terá serviços nas áreas de gastronomia e administração, entre outros. Iniciativa ocorrerá no sábado (21), das 14h às 17h. Evento irá ocorrer na Arena Fonte Nova, em Salvador, no sábado Divulgação A Arena Fonte Nova recebe a primeira edição do evento Instituto Mix pelo Brasil, neste sábado (dia 21). O evento irá oferecer serviços gratuitos nas áreas da beleza, saúde, gastronomia, administração, preparação profissional, entre outros. Cerca de 50 professores e estudantes da instituição estarão envolvidos na ação, que acontece das 14h às 17h, na Zona Mista da Arena. O acesso será pela Ladeira da Fonte das Pedras (entrada ao lado da Estátua do Pelé). Os serviços são abertos ao público, principalmente para a comunidade do entorno da Arena, mas é preciso realizar a pré-inscrição pelo site www.institutomixsocial.com. Ao todo, serão oferecidos 500 atendimentos para as 250 pessoas. Na área de saúde serão disponibilizadas ao público serviços de aferição de pressão arterial, instruções de saúde, além de amostras de massagem relaxante. Os estudantes e professoras dos cursos de Beleza, estarão prestando serviços de maquiagem, cabeleireiro, barbearia e manicure. As turmas de Gastronomia irão ministrar aulões de Faça e Venda para confeitaria e culinária. Já na área da Administração e Preparação Profissional serão realizados aulões de Empreendedorismo, Preparação de Currículo, Como passar por uma Entrevista de Emprego, Marketing Pessoal, Oratória e Administração do tempo. Serviço Evento: Instituto Mix pelo Brasil na Arena Fonte Nova Data: 21/07 (sábado), das 14h às 17h Local: Zona Mista e salas de conferência (acesso será pela Ladeira da Fonte das Pedras - entrada ao lado da Estátua do Pelé) Ingressos: Gratuito para os pré-inscritos pelo site Inscrições pelo site: www.institutomixsocial.com Quantidade: 250 vagas
    Vítima estava em uma praça quando foi alvejada por cinco disparos, segundo a polícia. Uma adolescente de 15 anos foi assassinada a tiros no início da noite de quinta-feira (19) no bairro Água Quente em Taubaté (SP). O caso aconteceu por volta das 18h40, quando a jovem estava em uma praça no bairro e foi alvejada por cinco disparos, segundo a Polícia Militar. Vizinhos ouviram os barulhos dos tiros e acionaram a polícia. O resgate chegou a ir até o local, mas a adolescente não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A polícia vai investigar o que pode ter motivado o crime. Ninguém foi preso.